Homem matou cantora com três tiros após ela o repreender por usar banheiro feminino

Compartilhar esta postagem

A cantora Shirlene da Silva Alves, de 36 anos, foi morta com três tiros após repreender o suspeito por usar banheiro feminino de um bar, afirma o delegado João Paulo Vieira. O crime aconteceu na noite de domingo (17), em Senador Canedo, na Região Metropolitana de Goiânia.

Segundo a Polícia Civil (PC), a vítima foi atingida na cabeça e morreu no local. Já o autor dos disparos, que não teve o nome divulgado, foi identificado e deve responder por homicídio qualificado.

“Ela pediu para eu buscar a babosa para dar para uma amiga. Eu fui e coloquei dentro de uma sacola”, detalha Valdeci.

 

Facebook Comments Box
Please follow and like us:
Pin Share

Mais para explorar

A informação ao alcance do seu like. Nordeste e leste goiano.

Compartilhe

Sobre

Links principais

RSS
Follow by Email