Mãe confessa ter matado filha asfixiada

Compartilhar esta postagem

Um mulher, de 50 anos, confessou ter matado a filha, de 28 anos, asfixiada em um apartamento na quadra 316 da Asa Norte, em Brasília. A suspeita foi ouvida na quinta-feira (29), na 2ª Delegacia de Polícia.

O crime ocorreu na noite de 25 de maio de 2023 e era investigado como suicídio. Segundo a Polícia Civil, inicialmente, a mulher tinha a intenção de burlar as investigações para encobrir “o delito de homicídio qualificado”.

Conforme a polícia, a mãe deu remédios para a filha, que sofria de bipolaridade. Em seguida, a asfixiou com um cabo de computador, e fugiu com o neto, de 3 anos, — filho da vítima.

Segundo os policiais, mãe e filha discutiam constantemente por causa da bipolaridade da jovem. Em depoimento, a mulher disse que cometeu o crime para proteger o neto e porque temia que a filha pudesse fazer algum mal a ele.

A mulher foi indiciada por homicídio qualificado por asfixia e impossibilidade de defesa da vítima.

Facebook Comments Box
Please follow and like us:
Pin Share

Mais para explorar

A informação ao alcance do seu like. Nordeste e leste goiano.

Compartilhe

Sobre

Links principais

RSS
Follow by Email