Meses após deixar cadeia, pai é preso suspeito de ameaçar estuprar a filha e enviar áudios e fotos pornográficas para ela

Compartilhar esta postagem

Um homem de 42 anos foi preso suspeito de ameaçar e importunar sexualmente a própria filha, de 22, em Aragoiânia, na Região Metropolitana de Goiânia. Segundo o delegado André Veloso, que investiga o caso, o suspeito ficou preso por 21 anos e, ao sair da cadeia em dezembro de 2022, começou a enviar áudios e fotos pornográficas para a jovem.

Veloso explica que a última vez que o pai viu a filha foi quando ela tinha apenas um ano de idade. “Após sair da cadeia, ele conseguiu o telefone da filha e começou a enviar mensagens para ela. Depois, começou a enviar áudios dizendo que iria estuprá-la ou a convidando para ter relação sexual, além de fotos dos órgãos genitais para a jovem”, detalha o delegado.

Nos áudios divulgados pela polícia, o suspeito fala que ele pode pôr a mão na própria filha e ainda diz que consegue uma arma para fazer isso à força. “Você está dizendo que cresceu, mas fui eu quem te deixei aí. Se eu quiser entrar aí amanhã e pôr a mão em você, eu ponho, eu que mando aí. Se quiser entrar armado ou desarmado e quiser te amar, eu faço”, ameaça.

Com medo das ameaças e motivada pelo histórico criminal do pai, a jovem denunciou o caso à polícia, que abriu uma investigação e fez a prisão durante a operação Chamar. O caso é investigado pela Delegacia de Polícia de Aragoiânia e, de acordo com o delegado, o suspeito foi encaminhado à Central de Flagrantes e deve passar por audiência de custódia.

Facebook Comments Box
Please follow and like us:
Pin Share

Mais para explorar

A informação ao alcance do seu like. Nordeste e leste goiano.

Compartilhe

Sobre

Links principais

RSS
Follow by Email