Padrasto é preso por estuprar adolescente com conhecimento da mãe da vítima

Compartilhar esta postagem

Um homem de 40 anos foi preso suspeito de estuprar a enteada de 12 anos. Os abusos aconteceram na casa da vítima, em Dianópolis, no Tocantins (TO), e o suspeito foi preso em Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital. Segundo a polícia, a mãe da vítima sabia do crime.

“Ela contou que os abusos aconteciam em casa e que consistiam em toques e carícias nas partes íntimas”, detalha.

 

Teixeira revela que, durante as investigações, a mãe da vítima prestou depoimento à polícia. “Ela tinha conhecimento da relação anormal entre o padrasto e a filha e foi omissa”, destaca. A mulher não foi presa, mas, segundo o delegado, ela foi indiciada por estupro de vulnerário devido a omissão.

Segundo a polícia, após ser ouvida, em julho de 2023, a mãe da vítima e o padrasto fugiram juntos para Goiás. “O casal tem outras filhas e, por medo das crianças também serem vítimas de estupro, pedimos a prisão do suspeito. A mãe não foi presa por falta de provas contra ela”, explica Teixeira.

O inquérito foi finalizado em janeiro deste ano. O padrasto foi indiciado por estupro de vulnerável, junto com a mãe da vítima devido a omissão. “Após a prisão, se não responder por crimes em Goiás, o suspeito deve ser recambiado para o Tocantins, onde responderá ao processo”, destaca.

Facebook Comments Box
Please follow and like us:
Pin Share

Mais para explorar

A informação ao alcance do seu like. Nordeste e leste goiano.

Compartilhe

Sobre

Links principais

RSS
Follow by Email