Pedreiro é preso após matar colega de trabalho durante briga por horas extras

Compartilhar esta postagem

Um pedreiro foi preso após confessar ter matado Davi Ribeiro de Sousa, de 41 anos, em Goiânia. O delegado Marcus Cardoso explicou que os dois trabalhavam juntos e ganhavam por produtividade, por isso, a vítima queria fazer horas extras para aumentar o salário, mas o autor não concordava.

“Eles tinham que fazer uma meta por dia, se batessem aquela meta, ganhavam um pouco a mais, só que o autor falou que, para bater a meta, tinham que trabalhar até 18h, mas ele não concordava porque tava muito cansado, e os dois discutiram”, explicou o delegado.

Após a discussão, os dois foram beber na casa de um amigo, onde a discussão recomeçou, segundo o delegado. Os dois entraram em luta corporal e, quando Davi estava indo embora, o autor a esfaqueou, conforme mostrou a investigação.

Ferido, Davi foi levado ao hospital no dia do crime, em 15 de julho deste ano, mas morreu dois dias depois. A prisão preventiva do autor aconteceu na última segunda-feira (31).

Vítima e autor eram funcionários de uma empresa prestadora de serviço para a Saneago.

Facebook Comments Box
Please follow and like us:
Pin Share

Mais para explorar

A informação ao alcance do seu like. Nordeste e leste goiano.

Compartilhe

Sobre

Links principais

RSS
Follow by Email