Prefeito é indiciado por tentar matar a ex e o namorado dela por não aceitar o fim do casamento

Compartilhar esta postagem

O prefeito de Iporá, Naçoitan Leite (sem partido) foi indiciado nesta terça-feira (28) por tentar matar a ex- mulher e o namorado dela. Segundo as investigações, ele invadiu a casa da ex usando uma caminhonete e fez uma série de disparos. O crime aconteceu porque o político não aceitava o fim do relacionamento. O casal que estava dentro do quarto não se feriu.

Além desses crimes, o prefeito responde por porte ilegal de arma de fogo e fraude processual, por ter furtado o equipamento de gravação de câmera de segurança da casa.

“As provas do feminicídio e do homicídio tentado são explícitas. Nove tiros atravessaram a porta do quarto. Um deles atingiu a cama, outros um baú. Um dos pés da cama quebrou com um dos tiros”, disse o delegado Igor Dalmy, responsável pela investigação.

Com a conclusão dessa etapa da investigação, a polícia vai apurar se o prefeito teve uma rede de apoio durante os dias que ficou foragido.

O delegado regional Ramon Queiroz negou que a polícia tenha feito negociações com o prefeito para que ele se entregasse.

“Nenhuma diligência foi interrompida. A polícia sempre esteve em diligência, houve uma tentativa insistente em prende-lo”, afirmou.

O delegado Igor informou que não havia histórico de agressões físicas contra a ex ou contra outras mulheres. “A vítima disse que nunca foi agredida, mas já tinha sofrido algumas ofensas verbais”, contou.

A perícia não conseguiu concluir o total de disparos que foram dados pelo prefeito, mas informou que foram pelo menos 15.

Relembre o caso

 

Naçoitan Leite foi preso no dia 23 deste mês, após se entregar à polícia de Iporá, no oeste de Goiás. Segundo a Polícia Civil, o prefeito invadiu a residência com uma caminhonete e atirou pelo menos 15 vezes contra o quarto onde a ex estava com o namorado.

Imagens de câmera de segurança mostram o momento em que o prefeito invadiu a casa com uma caminhonete, segundo a polícia

A invasão aconteceu na madrugada do dia 18 deste mês, sendo que o prefeito fugiu logo após o crime. A Justiça determinou a prisão de Naçoitan no mesmo dia.

Facebook Comments Box
Please follow and like us:
Pin Share

Mais para explorar

A informação ao alcance do seu like. Nordeste e leste goiano.

Compartilhe

Sobre

Links principais

RSS
Follow by Email