Suspeitos que ostentavam vida de luxo com dinheiro de tráfico são alvos de operação da PF

Compartilhar esta postagem

A Polícia Federal deflagrou, nesta terça-feira (5), uma operação contra um grupo suspeito de tráfico de drogas. Segundo a investigação, o grupo ostentava uma vida de luxo.

Agentes cumprem 11 mandados de busca e apreensão no Distrito Federal, em Goiás e no Mato Grosso. A suspeita é de que o grupo tenha movimentado mais de R$ 100 milhões com o tráfico de drogas.

A Justiça ainda determinou 23 medidas de sequestro de bens móveis, imóveis, além do bloqueio de contas bancárias. Os policiais identificaram que o dinheiro adquirido com o tráfico era ocultado.

“Estão sendo apreendidos veículos, imóveis e bens de luxo que, eventualmente, sejam produto ou proveito do comércio ilícito de drogas e ou dos demais crimes apurados”, informa a PF.

Caso condenados, os suspeitos podem ser sentenciados até 41 anos de prisão. O nome e a quantidade dos alvos não foram divulgadas pela investigação.

Essa é a segunda fase da operação Medusa. Na primeira etapa, deflagrada em 2021, 18 pessoas foram investigadas e condenadas.

Na ocasião, os policiais constataram que os envolvidos eram responsáveis pelo fornecimento mensal de cerca de meia tonelada de cocaína para abastecer traficantes da capital e de estados do Nordeste.

A droga vinha de países sul-americanos e entrava no Brasil por transporte aéreo.

Facebook Comments Box
Please follow and like us:
Pin Share

Mais para explorar

A informação ao alcance do seu like. Nordeste e leste goiano.

Compartilhe

Sobre

Links principais

RSS
Follow by Email