Dedicada, independente e concurseira: família diz que jovem que morreu durante cirurgia plástica colecionava conquistas

Compartilhar esta postagem

“Dedicada e independente” foram adjetivos usados pelo empresário Gilberto Martins, para descrever Dayana Loy de Oliveira Freire, de 25 anos, sua prima, que morreu durante uma cirurgia plástica, em Goiânia.

“Uma menina que enfrentou o mundo sozinha, trabalhando, crescendo e com 25 anos acaba dessa forma. Ela tinha as coisas dela, conquistou sem ninguém”, relembrou.

 

Gilberto contou que Dayana ajudou a cuidar da avó acamada por cerca de 11 anos e, aos 16, começou a trabalhar. Formada em direito, a jovem foi aprovada para trabalhar no cartório, mas sonhava também em outros cargos.

Facebook Comments Box
Please follow and like us:
Pin Share

Mais para explorar

A informação ao alcance do seu like. Nordeste e leste goiano.

Compartilhe

Sobre

Links principais

RSS
Follow by Email