Empresário condenado por matar a esposa grávida na frente do filho atirou contra a sogra enquanto ela fazia compras

Compartilhar esta postagem

O empresário Horácio Rozendo de Araújo Neto, condenado por matar a esposa grávida na frente do filho, atirou contra a sogra enquanto ela fazia compras, afirma a Polícia Civil (PC). Nilva Camargo Soares, de 55 anos, estava dentro de uma loja quando o ex-genro efetuou cinco disparos.

Após disparar contra a ex-sogra, o empresário fugiu, mas foi alcançado pela Polícia Militar (PM). Horário foi morto na sexta-feira (16) durante um confronto com a polícia, em Iporá, na região central de Goiás. Queiroz diz que o crime foi cometido porque Horácio tinha ciúmes do filho com a avó.

Ramón diz que Nilva nunca aceitou a liberdade de Horácio e que ela e o ex-genro trocavam ofensas. O delegado diz ainda que a tentativa de homicídio contra a ex-sogra foi premeditada, pois o empresário deixou uma carta dizendo que não aguentava mais a situação e que iria dar um basta.

O empresário foi condenado por matar a esposa, Vanessa Camargo, que estava grávida de três meses. Conforme a investigação, apesar de alegar que foi um assalto, Horácio matou Vanessa com um tiro na cabeça na frente do filho, que na época tinha 2 anos, por não aceitar um pedido de divórcio.

Horário deixou prisão em 2020 após conseguir um habeas corpus. Segundo o delegado, atualmente, ele era casado e teve uma nova filha nesse casamento. O filho dele com Vanessa, que hoje tem oito anos, mora com a avó e, segundo o delegado, o empresário não o viu desde o assassinato da mãe.

Facebook Comments Box
Please follow and like us:
Pin Share

Mais para explorar

A informação ao alcance do seu like. Nordeste e leste goiano.

Compartilhe

Sobre

Links principais

RSS
Follow by Email