Mulher grávida morre após tentar atendimento em três hospitais, no DF

Compartilhar esta postagem

Uma mulher grávida morreu, no último sábado (20), depois de tentar atendimento em três hospitais da rede pública de saúde, no Distrito Federal

  • Tairine, de 30 anos, estava grávida de dois meses do primeiro filho. O marido dela, Max Soares, conta que primeiro, eles foram até o Hospital Regional de Taguatinga, mas uma funcionária disse que ela não poderia ser atendida porque não morava na região;
  • Depois, eles começaram uma verdadeira peregrinação em busca de atendimento: passaram pelos hospitais de Samambaia e Ceilândia, também sem conseguirem atendimento;
  • Depois de um dia inteiro de tentativas, ela e o marido voltaram para o Hospital de Taguatinga. O quadro de Tairine já tinha se agravado, e ela chegou a desmaiar no pronto-socorro;
  • Tairine teve uma parada cardiorespiratória e morreu no hospital.
  • A Secretaria de Saúde do DF (SES-DF) informou que apura o caso. Segundo a pasta, qualquer gestante com intercorrências, em qualquer idade gestacional, deve ser encaminhada ao hospital mais próximo. Os casos instáveis devem ser internados até a estabilização; e apenas depois disso são encaminhados ao hospital de referência da paciente.

Facebook Comments Box
Please follow and like us:
Pin Share

Mais para explorar

A informação ao alcance do seu like. Nordeste e leste goiano.

Compartilhe

Sobre

Links principais

RSS
Follow by Email