Exército interdita estande de tiro no DF onde CAC morreu atingido por disparo

Compartilhar esta postagem

O Exército interditou, nesta quinta-feira (14), o estande de tiro onde Diego dos Santos Ribeiro, de 36 anos, morreu após ser atingido por um disparo, em Planaltina, no Distrito Federal. O caso foi na quarta (13) e o homem tinha registro de Colecionador, Atirador Desportivo e Caçador (CAC).

As investigações apontam que uma das balas disparadas por ele atingiu uma estrutura de metal e ricocheteou, o atingindo. Segundo Veluziano Castro, delegado adjunto da 31ª Delegacia de Polícia, em Planaltina, “outros usuários do clube procuraram a polícia para dizer que não é a primeira vez que um projétil rebate em algum objeto no clube”.

A arma usada por Diego era de um amigo e, de acordo com o delegado, não era registrado no Sistema Nacional de Arma (Sinarm) — o cadastramento da Polícia Federal para armas de fogo. Segundo a polícia, o dono do revólver tem diversas passagens pela polícia, por isso não poderia ter, em tese, registro de CAC.

O delegado informou ainda que vai investigar se o clube de tiros deixava pessoas que não eram CACs estarem no local e se a estrutura do estande era adequada com equipamentos de proteção. Vizinhos do clube foram até a delegacia e contaram que projéteis já foram encontrados em chácaras das proximidades.

Facebook Comments Box
Please follow and like us:
Pin Share

Mais para explorar

A informação ao alcance do seu like. Nordeste e leste goiano.

Compartilhe

Sobre

Links principais

RSS
Follow by Email