MPF-DF abre novo inquérito para investigar rachadinhas de Janones

Compartilhar esta postagem

O Ministério Público Federal no Distrito Federal (MPF-DF) abriu novo inquérito para investigar se houve improbidade administrativa por parte do deputado federal André Janones (Avante-MG) em caso no qual o parlamentar é acusado de participar de um esquema de rachadinha em seu gabinete. A representação foi oferecida pelo ex-procurador da Lava Jato Deltan Dallagnol.

O MPF-DF decidiu converter a notícia de fato em inquérito civil público após a representação que teve como base reportagem do colunista do Metrópoles Paulo Cappelli.

Em novembro de 2023, áudios divulgados pela coluna mostraram Janones cobrando parte do salário de assessores para “reconstruir patrimônio” após gastos com campanha eleitoral. E, também, pedindo parte das remunerações com o objetivo de fazer caixa para futuras campanhas de seu grupo político.

Este é o segundo inquérito aberto para investigar o parlamentar. Em dezembro, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Fux decidiu atender a um pedido da Procuradoria-Geral da República e instaurou o primeiro inquérito para investigar a prática de rachadinha no gabinete do deputado André Janones.

No X, antigo Twitter, Janones se defendeu do caso das rachadinhas: “Já que a imprensa esconde, peço que me ajudem a divulgar: Acabei de receber do meu advogado a notícia de que todos os assessores e ex assessores envolvidos nas denúncias de rachadinha (inclusive os que me denunciaram), concluíram os seus depoimentos. E adivinhem? Todos eles, absolutamente TODOS disseram nunca terem praticado ou presenciado a prática da rachadinha em meu gabinete . Além disso, TODOS ELES abriram mãos dos seus sigilos bancários, fiscais e telefônicos”, disse

Facebook Comments Box
Please follow and like us:
Pin Share

Mais para explorar

A informação ao alcance do seu like. Nordeste e leste goiano.

Compartilhe

Sobre

Links principais

RSS
Follow by Email